22 de junho de 2017

Flórida, Osvaldo Cruz e Adamantina registram queda na geração de empregos

Flórida, Osvaldo Cruz e Adamantina registram queda na geração de empregos

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), divulgados nesta quarta-feira, 21, apontam que as cidades de Flórida Paulista, Osvaldo Cruz e Adamantina, registraram os piores desempenhos na geração de empregos na microrregião de Adamantina no mês de maio.
Preocupa, ainda, o fato de que 50% dos municípios (ou seja, 7 cidades) da microrregião de Adamantina fecharam o mês de maio com mais demissões do que admissões.

No vermelho

Com um saldo negativo de 79 empregos, a cidade de Flórida Paulista registrou o pior desempenho da microrregião. De acordo com o CAGED foram 33 admissões, contra 112 demissões. A segunda pior marca ficou com Osvaldo Cruz que registrou 162 admissões, mas no mesmo período houve 198 demissões. O saldo final é negativo em 36 vagas. Já em Adamantina o saldo ficou negativo em 10 vagas: foram 222 admissões, contra 232 demissões.

Lucélia registra o melhor desempenho

A cidade de Lucélia foi a responsável pelo melhor desempenho da microrregião. A “Capital da Amizade” foi a cidade que mais contratou em maio: foram 277 admissões. Em contrapartida, o município também registrou o maior número de demissões: 247. O saldo final, no entanto, é positivo em 30 vagas. A segunda melhor marca da microrregião é de Parapuã: no mês de maio foram 90 admissões e 70 demissões. O saldo foi positivo em 20 vagas.

Microrregião, Estado e Brasil

Com sete cidades registrando saldo negativo, o balanço final da microrregião de Adamantina também terminou no vermelho. No mês de maio foram 898 admissões contra 962 demissões. O saldo foi negativo em 64.
Já o Estado de São Paulo registrou um saldo positivo mais de 17,2 mil vagas no mês de maio. Foram 382.450 admissões, contra 365.224 demissões. No Brasil, o CAGED aponta para 1.242.433 admissões e 1.208.180 demissões. Com isso, o saldo foi positivo em 34.253 vagas.

Compartilhe esta notícia