Exercícios mentais que ajudam a emagrecer

Luciana Gomes Tino é Master Coach, especialista em Obesidade e Emagrecimento e pós graduada em Psicologia positiva e neurociências. (Foto: Arquivo Pessoal/Cedida)

Todos os anos gastamos milhões em dietas e academias, mas cada vez mais os especialistas em obesidade dizem que o problema não está naquilo que comemos ou em quanto exercícios fazemos, mas em como pensamos.

A Master Coach Luciana Gomes Tino, especialista em Obesidade e Emagrecimento e pós graduada em Psicologia positiva e neurociências, diz que, “há uma comunicação ininterrupta entre nossa mente e corpo, mas a mente é a mais importante por que controla nosso comportamento”. A Master Coach acredita que as pessoas engordam como resultado de mensagens confusas enviados pelo cérebro, que sabotam as tentativas de emagrecer.

Mensagens como “você tem a estrutura mais larga”, “ossos largos”, “fofinha”, “dieta é uma perda de tempo”, podem permanecer em nossa mente e subconsciente. Sem perceber, nossas ligações emocionais com a comida podem tornar-se tóxicas e não teremos mais limites ou percepção entre a fome e a saciedade. No entanto, Thomson afirma que isso pode ser alterado.

Com alguns exercícios mentais as chances de aprimorar o emagrecimento e o controle do peso são maiores. Confira estas seis dicas:

 

  MENTALIDADE:

Pense em como você irá se sentir e enxergar um mês após atingir sua meta de peso – mais magra e saudável. Visualize-se três meses depois e mais tarde imagine-se seis meses depois da conquista. Antes de dormir e ao acordar, comprometa-se a gastar um minuto visualizando você mesma dessa forma. Criar emoções positivas poderosas ajuda a gerar certeza e confiança a sua habilidade de alcançar o sucesso.

   

PASSE PARA O PAPEL:

Escreva exatamente o que você quer alcançar – usar calças 40? Correr uma maratona? – e o que você está preparado para fazer para chegar lá – “Eu vou comer menos” ou “Eu vou manter uma rotina de exercícios”. Leia esses objetivos em voz alta duas vezes por dia.

   

IDENTIFIQUE OBSTÁCULOS

 Identifique pensamentos e comportamentos que podem ter impedido você de alcançar suas metas no passado. Faça uma lista desses obstáculos e quaisquer outras coisas que podem ter feito você engordar (comer muito fast-food, beber muito vinho), depois escreva uma lista de comportamentos alternativos que possam substituir essas práticas (refeições planejadas, beber apenas nos fins de semana, etc).

   

FAÇA UM DIÁRIO DE REFEIÇÕES

Mantenha um diário com tudo o que você ingere. Estudos mostram que mesmo que você não restrinja seu consumo de alimentos, um diário faz com que você seja mais consciente daquilo que come. Estar informado é uma passo a frente.

   

ESCOLHA AS COMPANHIAS CERTAS

Passe tempo com pessoas que possuam a mesma mentalidade que você e que já tenham alcançado metas similares. As suas companhias afetam diretamente seu comportamento por que o subconsciente irá constantemente processar experiências compartilhadas como a que você está passando.

   

DUAS REGRAS:

Siga duas regras simples da alimentação saudável: nunca use a comida como recompensa ou compensação – alimente-se apenas porque seu corpo precisa de energia, e da melhor energia possível. Nunca puna-se por comer alguma coisa. Isso apenas fará com que você queira comer mais.

Para que estas dicas funcionem, é importante pratica-las diariamente, afinal, só assim você começara a criar novos hábitos.


Reprodução

Para saber mais, acompanhe a Master Coach através da fanpage

https://www.facebook.com/LucianaGomesTino.CoachdeEmagrecimento/ ,

ou agende uma sessão experimental (presencial ou online) gratuita pelo (18) 99783-8928.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.