12 de julho de 2021

ARTESP libera operação de três praças de pedágios na região; cobrança pode começar nos próximos dias

ARTESP libera operação de três praças de pedágios na região; cobrança pode começar nos próximos dias
Na SP-294, operação está autorizada nas praças entre Inúbia e Lucélia e entre Parapuã e Iacri.

Foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo nesta quinta-feira (8) a deliberação do Conselho Diretor da ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), que autoriza a trafegabilidade, liberando o início da operação de três praças de pedágio da Eixo SP.

 

Segundo apurou o SIGA MAIS, duas delas estão na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294) e uma na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425):

 

  • Praça P13 na SP-294 – km 551+500, em Parapuã (entre Parapuã e Iacri)
  • Praça P14 na SP-294 – km 581+700, em Inúbia Paulista
  • Praça P19 na SP-425 – km 400+100, em Martinópolis

 

Com o sinal verde da ARTESP, a Eixo SP depende agora da homologação da Secretaria de Logística e Transporte do Estado de São Paulo. Veja a publicação feita no Diário Oficial:

Tarifas

Em relação a tarifas ainda não há nada oficialmente publicado pela ARTESP ou pela Eixo SP. Porém, imagens que circulam nas redes sociais e aplicativos de mensagens mostramos possíveis valores que poderão ser praticados nas três praças que iniciarão sua operação.

 

De acordo com as imagens, os valores variam de  R$ 4,40 a R$ 8,60, para veículos de passeio, e entre R$ 40,00 a 77,10 para caminhões 9 eixos.

Se os valores se confirmarem, o trajeto entre Adamantina e Tupã, em carro de passeio, poderá custar R$ 14,60. Já com um caminhão 9 eixos, pode chegar a R$ 117,10.

Desconto de Usuário Frequente

Em manifestações anteriores, a Eixo SP esclareceu que será a primeira concessionária de rodovia no país a adotar o DUF (Desconto de Usuário Frequente). “Veículos de passeio (categoria 1) com passagem nas pistas automáticas começarão a receber descontos a partir da segunda passagem pela mesma praça e mesmo sentido. Os valores terão redução progressiva até a 30ª passagem, no mesmo mês. Além disso, hoje já é praticado pela concessionária o desconto de 5% nas passagens pelas pistas automáticas”, destacou.

Concessionária administra 12 rodovias

A Eixo SP é responsável pela maior concessão rodoviária do País. São mais de 1,2 mil quilômetros de malha formada por 12 rodovias paulistas que passam por 62 municípios, desde Rio Claro, na região central do Estado de São Paulo, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com o Estado do Mato Grosso do Sul.

 

A concessionária administra 263,42 quilômetros da SP-310 e da SP-225, entre as cidades de São Carlos e Rio Claro, e de Itirapina a Bauru, que já estavam sob concessão há 20 anos, e 958 quilômetros de rodovias que estavam sob a gestão do DER – Departamento de Estradas de Rodagem – formados por trechos das vias SP-284; SP-293; SP-294; SP-331; SP-425; SP-261; SP-304; SP-308; SP-197 e SP-191, ligando municípios das regiões de Bauru, Marília e Presidente Prudente.

 

O contrato assinado com o governo paulista prevê investimentos de R$ 14,1 bilhões em infraestrutura e tecnologia em 30 anos de concessão. Serão duplicados 535 quilômetros de rodovias, além da construção de 72 km de contornos rodoviários, acostamentos, vias marginais, áreas de descanso para caminhoneiros e ciclovias. O Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) já funciona 24 horas por dia nas 32 bases de atendimentos ao longo de todo o trecho, dando suporte de emergência aos usuários com 89 veículos operacionais.

 

Fonte: Siga Mais

Compartilhe esta notícia

Ouça Ao Vivo

Apoio Cultural

As mais lidas de hoje

Apoio Cultural

As mais lidas da semana

Apoio Cultural

As mais lidas do mês